Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte Notes.

Anotações artísticas

Arte Notes.

Anotações artísticas

15 de Março, 2024

Dança em Diálogos apresenta Requiem "A única censura que devia existir é censurar a censura"

 

Dança em Diálogos

Dança em Diálogos

A companhia Dança em Diálogos, com a sua nova criação em estreia absoluta, celebra, deste modo, o cinquentenário do 25 de Abril, através de uma reflexão pela dança e convocando, entre outras, a obra musical de Fernando Lopes-Graça dedicada às vítimas do fascismo e da censura, numa homenagem que convoca a memória e a simbologia de um acontecimento e de uma transformação que se deseja insubstituível.

Fundada em Janeiro de 2018, sob a Direção Artística de Solange Melo e Fernando Duarte, acompanhia Dança em Diálogos tem como objetivo primeiro, contribuir para a pluralidade de apresentação de espetáculos de dança em todo o território nacional, numa dinâmica descentralizadora e abrangente de públicos e de contextos de atuação.

Foi partindo precisamente desse princípio orientador, como verdadeira demonstração dademocratização cultural enquanto conquista de abril e de construção de territórios comuns, que a Dança em Diálogos, sob a direção artística de Solange Melo e Fernando Duarte, elaborou um programa especialmente pensado para as celebrações do cinquentenário do 25 de Abril. Esse programa, que parte da relação entre Dança, Música e literatura, tem por base o desafio lançado a três escritores, Cláudia Lucas Chéu, Ondjaki, e Elmano Sancho, de criar três obras literárias inéditas que apresentassem diferentes perspectivas sobre os 25 de Abril e os cinquenta anos passados.

Para a Dança em Diálogos, celebrar meio século de uma revolução singular que implantou definitivamente o pleno regime democrático é tomar parte da coragem e determinação de todos os que lutaram pela liberdade e pela democracia. Defender a Liberdade é também contar histórias que atravessam as fronteiras entre o real e a ficção e onde a Dança e o vídeo se posicionam como veículos de total expressão livre.

O programa, em co-produção com vários teatros e Municípios de diversos pontos do país, tem como criação principal o bailado Requiem_ "a única censura que deveria existir é censurar a censura", com estreia absoluta, no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, dia 13 de Abril de 2024.

O programa seguirá, posteriormente, em digressão Nacional por todo o país, até Novembro. Inclui ainda uma uma criação original para a infância denominada 50 x 25 Coeficiente para a Liberdade, que estará presente em várias escolas e teatros em todo o país, e várias residências artísticas em contexto escolar, denominadas Desassossego de Abril, num processo de co-criação coreográfica com os diversos grupos de alunos.

 

Datas de espectáculos

- 13 de Abril, 21h30, Teatro José Lúcio da Silva, Leiria - ESTREIA ABSOLUTA
- 28 de Abril, 17h00, Cineteatro Louletano, Loulé
- 7 de Junho, 21h30, Cineteatro S. Pedro, Alcanena
- 21 de Setembro, 21h30, Teatro Municipal de Bragança, Bragança
- 5 de Outubro, 21h30, Casa das Artes de Famalicão, V.N. Famalicão
- 23 de Novembro, 21h30, Teatro Virgínia, Torres Novas