Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Arte Notes.

Anotações artísticas

Arte Notes.

Anotações artísticas

02 de Março, 2024

“Singa” é a nova música de Nancy Vieira

 

Capa do single «Singa»

Capa do single "Singa"

“Singa” é a nova música que Nancy Vieira dá a conhecer e que figura no seu novo disco, “Gente”. Depois do híbrido de funaná e samba intitulado “Sol Di Nha Vida” com assinatura de Mário Lúcio, este segundo single resgata um ensejo da cantora cabo-verdiana e revela-nos uma lamentação doce embalada por uma melodia que é hoje e de agora, mas bem que poderia vir de longe, tão clássica que é a sua forma.

Neste novo andamento, Nancy Vieira chama até si um ilustre filho da Guiné Bissau, Remna, que empresta o seu distinto crioulo ao de Nancy com elegância, empatia e conexão muito próprias. Segreda-nos a cantora que, como cabo-verdiana nascida na Guiné, sempre pensou gravar uma canção em crioulo da Guiné. Assim nasceu “Singa”“Um presente generoso do Remna”, revela. Remna é uma referência na cena musical guineense (filho do lendário compositor e poeta José Carlos Schwarz), mas não é o único a emprestar a sua arte a este hino que junta almas e corações e que dá voz às saudades, que só as diásporas conseguem decifrar. “Singa” tem arranjos de Jorge Cervantes, que assegura a totalidade da instrumentação nesta peça, incluindo o baixo que, como os restantes instrumentos de corda, acaba sempre por remeter para África.

Os dois singles – “Sol Di Nha Vida” e “Singa” – testemunham o lugar singular que Nancy Vieira ocupa atualmente no panorama musical, uma artista com pés bem firmes na tradição, mas igualmente atenta aos diferentes balanços com que as novas gerações vão marcando no caminho para as novas sonoridades cabo-verdianas.

"Gente", o sucessor do aclamado “Manhã Florida” (2018), é uma coprodução de Amélia Muge, José Martins e da própria Nancy Vieira, e foi gravado em Lisboa entre o histórico estúdio Namouche e o Cervantes Estúdio. É editado a 15 de março pela Galileo Music e conta com as participações especiais do coletivo Acácia Maior, Amélia Muge, António Zambujo, Fogo Fogo, Fred Martins, Mário Lúcio, Miroca Paris, Paulo Flores e Remna.

Uma semana antes do lançamento oficial do seu novo álbum, Nancy Vieira apresenta-o ao vivo, em estreia absoluta, no São Luiz Teatro Municipal no dia 8 de Março, com a presença de convidados especiais como Acácia Maior, Amélia Muge, Fogo Fogo, Mário Lúcio, Martín Sued, Paulo Flores e Remna.